Renda Fixa: Guia definitivo

guia da renda fixa

Os primeiros passos na Renda Fixa


Antes de mais nada, você precisa entender o que é renda fixa.

Esse tipo de investimento é recomendado para todos os perfis de investidor, pois é uma categoria de investimento relativamente mais seguro, além de também ser rentável. Só é preciso escolher qual tipo de título será melhor para os seus objetivos.

A renda fixa funciona como um dinheiro que você tem guardado e empresta para instituições financeiras, que podem ser o banco ou outras e até mesmo para o governo e, quando você tem o dinheiro devolvido, ele vem com correções em forma de juros.

Além disso, dentre os títulos de renda fixa, existem os prefixados que são aqueles que você já sabe exatamente a remuneração a receber no momento em que fizer a aplicação. Em segundo lugar há os títulos pós-fixados, que são os que você só saberá a rentabilidade no final da aplicação, pois dependem de índices e taxas de juros que o mercado define diariamente 

GUIA DEFINITIVO DA RENDA FIXA

Quais as características da Renda Fixa?

Quando você decide fazer aplicações em títulos de renda fixa, é preciso levar em consideração algumas características, como por exemplo:

  • Emissor do título

É importante você avaliar quem será o emissor do título, pois essa questão está ligada diretamente ao risco do seu investimento. Normalmente os emissores são bancos, financeiras e empresas de capital privado.

A União também pode emitir títulos, estes títulos públicos são do Tesouro Direto e possuem menos riscos em relação aos títulos privados. Mas, se você quiser investir em títulos de financeiras privadas, é importante ficar atento ao rating de crédito da instituição. Isto é, avaliar a situação financeira do emissor do título.

  • Prazo

O prazo de recuperação pode ser entendido como a data de vencimento do título, e está diretamente ligado ao risco do seu investimento, pois um emissor de título que está financeiramente saudável hoje, porém pode não ser a mesma situação daqui a 3 anos. Por isso, leve sempre em consideração o prazo para poder sacar o seu investimento em renda fixa.

Além disso, o seu objetivo também deve estar alinhado com o prazo estipulado pelo investimento pelo qual você optou.

Quais as garantias da Renda Fixa?

Os investimentos em renda fixa possuem algumas garantias para os investidores, que visam proteger de riscos o seu dinheiro.

Geralmente, as garantias desses investimentos garantem que o investidor tenha seu dinheiro ressarcido, caso a instituição emissora do título de investido declare falência. Com isso, o investidor pode aplicar seu dinheiro com segurança, sabendo que tem algumas garantias. Veja a seguir, quais são:

  • FGC – Fundo Garantidor de Crédito

O FGC é uma ONG mantida por instituições financeiras e visa garantir aos investidores uma forma de proteção

Entre os associados desse tipo de fundo, estão a Caixa Econômica Federal, bancos e financeiras. O FGC garante ao investidor que, caso a instituição financeira escolhida por ele, vá à falência, ele devolve ao investidor até R$ 250 mil por CPF ou conglomerado financeiro, tendo um limite máximo de R$ 1 milhão pelo período de 4 anos.

Garantia de Segurança

Os investidores que optam por investir no Tesouro Nacional não têm direito ao FGC. Por isso, como garantia para esse tipo de investimento renda fixa, existe a Garantia de Segurança do Governo Federal. Porém, é muito remota a possibilidade de um dia o Governo Federal declarar falência e você perder seu dinheiro investido.

Conheça as principais aplicações

Até aqui você já entendeu o que é renda fixa, quais os pontos que é preciso levar em consideração na hora de decidir investir e quais são as garantias que o investidor tem, caso a instituição vá à falência. Mas e em qual título investir, como sabe? Confira a seguir os tipos de títulos de renda fixa existentes:

  • CDB

É o Certificado de Depósito Bancário e funciona como se fosse uma espécie de empréstimo que você faz para a instituição bancária, em troca de uma rentabilidade que tem a taxa definida no momento em que você faz a aplicação. Sendo caracterizados em: híbridos, pré-fixados e pós-fixados.

  • RDB

Parecido com o CDB, os Recibos de Depósitos Bancários também são como empréstimos feitos à instituições para que elas possam desempenhar suas atividades. Porém, diferente do CDB onde você empresta a bancos, com o RDB você pode emprestar para outros tipos de instituições financeiras também.

  • LC

Também muito parecido com o CDB, as Letras de Câmbio são emitidas por financeiras, as quais você também empresta o seu dinheiro e recebe o rendimento um tempo depois. Pode ter o rendimento ligado ao CDI ou com taxa fixa mais o IPCA.

  • LCI

As Letras de Crédito Imobiliário são investimentos de renda fixa, que tem como base o crédito imobiliário, ou seja, o dinheiro que você empresta, é utilizado para financiamentos, reformas ou construção de imóveis. Possui valor mínimo, taxa e prazos para o investimento, que variam de emissor para emissor. LCIs são isentas de IR.

  • LCA

Parecida com a LCI, porém possui o agronegócio como lastro, com isso, o seu dinheiro emprestado ao banco financiará projetos ligados ao agronegócio. LCAs são isentas de IR.

Tipos de certificado:

  • CRI

O Certificado de Recebíveis Imobiliário é parecido com a LCI, porém nesta modalidade não há proteção do FGC e por isso os riscos são maiores, assim como o retorno. Os títulos são também emitidos por companhias securitizadoras. CRIs são isentos de IR.

  • CRA

É o Certificado de Recebíveis do Agronegócio, bem parecido com o LCA, porém, neste caso os títulos são emitidos por securitizadoras e não pelo banco. E também, como no CRI não possui garantia do FGC. CRAs são isentos de IR.

Título Público

Se trata de uma plataforma de investimento onde o investidor encontra uma série de títulos para prazos e objetivos diferentes. Uma grande vantagem é que os títulos do Tesouro são considerados livres de risco por contarem com a garantia do Governo.

São títulos de renda fixa de dívida do setor privado. Podem ter taxas pré ou pós-fixadas, ou ainda taxas híbridas, sendo importante avaliar o rating da agência contratada.

  • P2P

No mercado financeiro, o peer-to-peer é considerado uma grande revolução. O P2P é um empréstimo que não necessita de bancos ou instituições financeiras. Você pode emprestar seu dinheiro diretamente a outra pessoa ou empresa, sem a intermediação dos bancos.

O P2P é um tipo de investimento de renda fixa que é vantajoso tanto para o investidor, quanto para as empresas, principalmente as pequenas e médias e as que têm dificuldade de conseguir um crédito financeiro junto aos bancos. Além disso, o dinheiro é devolvido com juros mais baixos.

Por não precisar da intermediação dos bancos, o P2P também é um tipo de investimento menos burocrático. O maior risco que você pode correr, é o credor não realizar o pagamento da dívida, mas normalmente as plataformas disponibilizam ferramentas que te ajudam a avaliar em qual empresa você vai investir o seu dinheiro. Assim como é importante avaliar os ratings, também deve avaliar as empresas.

O ideal é que você também divida seus investimentos em várias empresas, diminuindo, assim o risco do não pagamento.

Conclusão

No artigo de hoje você viu tudo que você precisa saber sobre renda fixa, o que cada uma tem como benefícios e como aplicar em uma.

Se você gostou deste artigo e quer ver mais conteúdo como esse, continue acompanhando as nossas publicações e confira também os nossos artigos anteriores no arquivo aqui do blog.

Aqui no Renda Fixa você encontra as melhores dicas para aprender a lidar com as suas finanças, mantendo o seu orçamento organizado, suas contas em dia e poupando dinheiro, além de orientações valiosas para escolher as melhores alternativas de investimentos de acordo com os seus objetivos.

Tem alguma dúvida ou quer fazer uma sugestão? Deixe o seu comentário aqui abaixo!

Artigos que podem ser úteis para você: Como fazer aportes mensais para investir? | TED e DOC: Você sabe quanto paga?

 

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

aportes mensais

Aprenda a fazer este planejamento  Vocês já devem ter percebido que muitas

análise fundamentalista

Introdução à Analise Fundamentalista Você já ficou em dúvida sobre qual ação

filho

Confira as dicas Fazer investimentos é uma das melhores formas de conseguir

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by