SYCAMORE: É o fim do Bitcoin?

SYCAMORE: Computador quântico do google pode matar o Bitcoin? 

Como seria se um problema matemático que demoraria 10 mil anos para ser encontrado, na verdade demorasse apenas 200 segundos? O novo sistema quântico do google lançado recentemente consegue fazer e promete transformar o mercado de tecnologia em algo que você nunca viu. Essa seria uma ameaça ao Bitcoin?

Recentemente, acabou saindo um artigo no site da NASA sobre o estudo do Sycamore, o novo computador quântico do Google. Que foi retirado logo após de publicado, mesmo assim deu tempo suficiente para a notícia se alastrar no mundo todo.

O Google, que é um gigante quando o assunto é tecnologia e base de dados, é negociado na bolsa de Nasdaq anunciou no dia 23 de outubro, em Santa Bárbara, na Califórnia, sua grande criação.

Sendo basicamente um computador quântico que tem capacidade de resolver um problema matemático que demoraria simplesmente dez mil anos em apenas 200 segundos ou três minutos e vinte.

Esse feito pode ser usado inclusive para criptografia em uma escala jamais vista. Hoje temos que as criptomoedas geram problemas matemáticos e justamente esses problemas que seriam a segurança por trás delas, dificultando um processo de hackeamento. Este novo sistema chamado Sycamore consegue quebrar a criptografia e estruturas mais complexas em segundos.

O que mais ele consegue fazer?

A possibilidade de realizar cálculos astronômicos em uma escala de tempo extremamente pequena é algo que revoluciona o mercado de tecnologia e afeta o mercado financeiro, que também deve usar das máximas para ser um ambiente seguro e inviolável. 

Acontece que, como este novo computador consegue superar alguns limites, é necessário que os mercados se adaptem a este novo marco histórico. Muito antes de se pensar em criptomoedas, o foco deve ser bancário, uma vez que os grandes bancos detém verdadeiras fortunas e usam a criptografia para garantir a segurança de seus clientes e operações. 

Os computadores com capacidade quântica, assim como o Sycamore, tem a capacidade de testar inúmeros cálculos ao mesmo tempo, possibilitando a falsificação de assinaturas eletrônicas usadas no blockchain, podendo inclusive fazer alterações nelas e concedendo  acesso à rede para outros participantes, o que seria o ponto crítico para as criptomoedas que utilizam este método, ficando então violáveis na parte das assinaturas eletrônicas.

Como ele funciona?

Em um computador clássico temos bits tradicionais onde a cada par de bits temos um tipo de informação, e a cada par de bits quânticos conseguimos quatro tipos de informações. 

Em computadores chamados de clássicos, os dados são armazenados em um espaço de tempo de 0 e 1; já no Sycamore existem diversos estados entre 0 e 1. E é por esse motivo que é possível o desenvolvimento de cálculos rápidos.

O Sycamore possuía 54 bits quânticos onde 1 parou de funcionar em seus testes, restando 53 qubits, acontece que esta tecnologia não é fácil de ser manipulada e qualquer tipo de perturbação poderia incomodar o sistema e trazer respostas erradas. Sendo assim, uma das soluções encontradas para evitar eventuais problemas foi a utilização de supercondutores no qual funcionam em temperaturas extremamente baixas atingindo -273ºC. Isso porque como as partículas são minúsculas, poderiam se misturar e perturbar o sistema, 

Alguns outros fatores na construção do computador quântico também foram usadas para comportarem tal tecnologia e reduzir a possibilidade de erros. 

Concorrentes no mercado

Além disso, uma grande concorrente do Google em termos tecnológicos é justamente a IBM. Esta  já havia fabricado chips quânticos porém nunca lançou no mercado uma utilização satisfatória. Ficando atrás da gigante estadunidense. 

Quando saiu a notícia que o Sycamore conseguia fazer algo que o computador mais moderno da IBM fazia em 10 mil anos, a concorrente resolveu se pronunciar e rebater tal informação dizendo que “O experimento do Google é uma excelente demonstração do progresso da computação quântica baseada em supercondutores, mostrando a fidelidade de uma porta de última geração em um dispositivo de 53 qubit, mas não deve ser visto como prova de que os computadores quânticos são ‘supremos’ em relação aos computadores clássicos”. 

Querendo diminuir a expectativa do mercado com a inovação do Google, querendo impor mais ceticismo ao feito e informando que na verdade não demoraria dez mil anos e sim apenas dois dias e meio para conseguirem resolver o problema criado e solucionado pela Google, esse tempo seria possível utilizando o Summit que foi lançado pela IBM em 2018 e era considerado o top de linha do mercado até o Sycamore.

Sycamore em todo o seu esplendor

Talvez, você se pergunte como é a aparência de um computador quântico, bom, saiba que o Google implementou um design diferente ao Sycamore. Sendo o seu ponto principal um chip de poucos centímetros.

Apresenta um visual diferente, parece até mesmo uma caldeira ou uma máquina dp setor industrial e não um computador. Isso porque as temperaturas devem permanecer mais de duzentos graus abaixo de zero. O sistema de refrigeramento origina o formato de tubo cilíndrico.

Chip

Cada qubit vem de um fio pequeno que é o condutor, fazendo com que a corrente viaje sem resistência conectados ao restante da máquina. 

Dentro daquele cilindro temos um invólucro que possui camadas e é armazenado em uma câmara de vácuo. Resfriando mais a cada camada até atingir a temperatura operacional de 15 miliKelvin.

Esta conquista tecnológica ainda está passível de erros se acontecer qualquer interação exterior com os compostos armazenados na câmara a vácuo.

Esta conquista tecnológica ainda está passível de erros

Finalizando…

Em conclusão, mesmo com essa novidade tecnológica, ainda estamos longe de substituir os computadores clássicos, ainda assim, o avanço valoriza e credibiliza ainda mais o Google que sai na frente de seus concorrentes mais uma vez, aumentando o seu valor de mercado conforme expande as suas criações. Sendo então uma organização extremamente madura e estável para se ter em uma carteira de investimentos mais diversificada. 

Se você quer saber como escolher empresas sólidas como a Google para investir, acesse o curso “Lucrando com dividendos”.

 

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

movimento fire

Já imaginou se aposentar antes mesmo de chegar aos 50 anos? Ou

bancos digitais

Vale à pena ter um? Quem já é cliente de um banco

Poupar + Investir = Estabilidade Buscar estabilidade é uma tarefa constante, em

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by