Viagem: Dicas rápidas para economizar

dicas de viagem

Em primeiro lugar, o ideal é que o planejamento seja feito pelo menos seis meses antes da viagem. Mas, não é uma regra que deve ser seguida à risca, já que depende muito do perfil de cada pessoa e do destino escolhido.

Uma viagem de muitos dias por várias cidades e/ou países requer um tempo de planejamento bem maior. Isso se comparado a uma viagem de curta duração para apenas um destino. 

Portanto, uma pessoa que vai fazer o famoso mochilão por vários países da Europa com duração de um mês vai precisar de um tempo de planejamento muito maior do que uma pessoa que vai passar sete dias num resort em Cancun, por exemplo.

Para comparar o preço das passagens, você pode utilizar sites como SkyscannerKayak e Voopter. Esses sites, por exemplo, oferecem ferramentas gratuitas de comparação de preços de passagens aéreas. 

Como resultado, você terá várias opções em diversos sites de venda de passagem ou diretamente com as companhias. Basta você preencher dados como origem, destino e o período da viagem.

 Fique de olho no preço das passagens

Dependendo do destino escolhido, você pode chegar lá de várias maneiras. Os meios de transporte mais utilizados pelos viajantes são carro, ônibus e avião. Para destinos mais longos, o avião é o preferido, devido a maior segurança e comodidade oferecidos.

Falando especificamente do avião, as passagens aéreas podem te fazer economizar muito na viagem. Mas também podem ser as responsáveis por um enorme rombo no orçamento da viagem.

Se você pretende viajar durante a alta temporada, pesquise as passagens com bastante antecedência. Pois, a demanda pelos principais destinos é grande e você pode acabar pagando preços muito mais altos do que a média praticada. 

No carnaval, por exemplo, o preço das passagens aéreas para destinos como Rio de Janeiro, Salvador e Recife. Que são locais tradicionalmente badalados nessa época do ano. Estes ficam bem acima do que é normalmente praticado, principalmente se você for comprar com poucos dias de antecedência.

Assim, para quem mora em cidades até 500 km desses destinos, a saída que garante maior comodidade é o ônibus. Mas, corre-se o risco de não encontrar passagens se optar por pesquisar com pouca antecedência. Por isso, nada de deixar tudo para última hora.

Procure hospedagens alternativas

Se você não liga para muito luxo em sua hospedagem, existem opções que podem baratear muito o preço da sua hospedagem, mas você terá que abrir mão de algumas coisas.

Hostel

O tipo de hospedagem mais buscado por mochileiros ao redor do mundo é chamado de hostel (do inglês, albergue). Os hostels são locais onde pessoas que buscam economizar e, ao mesmo tempo, ter um contato mais próximo com viajantes de diversas localidade. Normalmente, escolhem para se hospedar durante a passagem por um determinado destino.

A diferença para um hotel é que, no caso dos hostels, o hóspede tem a opção de alugar uma cama em um quarto compartilhado com outros hóspedes. Você perde um pouco de privacidade.  Mas, o ganho financeiro é, normalmente, bem grande. 

Existem os mais variados tipos de quartos que esse tipo de hospedagem oferece, que vão desde quartos compartilhados entre seis pessoas e banheiro exclusivo do quarto, até quartos compartilhados entre 14 pessoas e, banheiro compartilhado, com hóspedes de outros quartos, por exemplo. Via de regra, quanto mais camas em um quarto, menor será o preço por pessoa.

Airbnb

Para quem quer ter outra opção econômica de hospedagem, uma outra opção é o aluguel de apartamentos e casas. O site mais utilizado para isso é o Airbnb, que é uma plataforma que une pessoas que buscam um local para se hospedar e donos de imóveis que querem ter a possibilidade de alugar seus espaços para ter uma renda extra.

Ao entrar no site do Airbnb, você também vai encontrar vários tipos de acomodação: o imóvel inteiro, um quarto inteiro dentro do imóvel e até mesmo quarto compartilhado. Obviamente, quanto maior o conforto e privacidade, maior será o valor cobrado.

Já tive opção de utilizar o serviço em três oportunidades: em uma aluguei um apartamento inteiro, e nas outras duas vezes aluguei um quarto com uma cama de casal. Quando aluguei apenas o quarto, não existiam outros hóspedes no apartamento, mas o banheiro e a cozinha eram compartilhados com o dono do imóvel, que morava no local. Nas três ocasiões, o serviço prestado pelos donos foi excelente e não tenho nada a reclamar. De qualquer forma, como em qualquer lugar, será necessário verificar as avaliações de cada imóvel disponível para não ter nenhuma surpresa desagradável ao chegar no local de destino.

Vai ficar em hotel? Use ferramentas para comparação

Se você busca economizar, mas não quer abrir mão da comodidade e dos serviços prestados pelos hotéis, é essencial usar ferramentas de reserva e comparação de preços de hospedagens. Um dos sites mais acessados pelos viajantes é o Booking, onde é possível verificar as avaliações dos hotéis feitas por diversos hóspedes e fazer a reserva da hospedagem de interesse.

Espero que esse artigo te ajude a economizar nas próximas viagens. Ficou com alguma dúvida? Quer sugerir algum tema pra gente falar aqui no blog? Comente aqui embaixo que a gente responder o mais rápido possível! Abração =)

Sugestão de artigo: 10 Dicas para economizar em compras

 

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

Ganhou um aumento no trabalho, recebeu uma proposta do seu banco e

A-importância-da-inteligência-financeira-nos-investimentos

Seu cérebro é o maior sabotador! Você já parou para pensar em

organizando as finanças

Dicas infalíveis para se controlar melhor A fórmula de uma vida financeira

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by