4 erros comuns cometidos por investidores iniciantes

Não caia nessas armadilhas!

Investir no mercado financeiro é um processo cada vez mais simples e acessível para qualquer pessoa. A imensa quantidade de informações disponíveis em livros, blogs, sites e em canais no YouTube também corroboram com o significativo e promissor aumento de pessoas que decidem realizar aportes no mercado – tanto na renda fixa quanto na renda variável.

Neste contexto, entretanto, é bastante frequente encontrar investidores iniciantes que, ao dar seus primeiros passos no mercado financeiro, cometem erros comuns que, muitas vezes, podem levar até os investidores mais experientes a perder muito dinheiro.

Por isso, é fundamental que o investidor conheça algumas das principais armadilhas que existem no mercado financeiro antes de realizar seus primeiros aportes. Quer saber quais são estas armadilhas? Então continue a leitura de hoje e confira 4 erros comuns cometidos por investidores iniciantes no mercado brasileiro.

Boa leitura!

  • Não conhecer o mercado

Conhecer o mercado e preparar-se para realizar investimentos é responsabilidade de todo investidor. Infelizmente, no entanto, muita gente começa a investir sem ter o mínimo de conhecimento prévio sobre o assunto.

Esse despreparo é incentivado por uma série de situações e fatores, entre eles a ansiedade do investidor em dar início aos seus aportes e receber rendimentos. Para evitar cair nesta cilada, é preciso ter em mente que apenas por meio do conhecimento sobre investimentos será possível escolher os melhores produtos para aportes e investir com mais segurança, de acordo com suas necessidades e objetivos.

  • Não conhecer seu perfil de investidor

Um dos maiores cometidos por investidores iniciantes é começar a investir na renda fixa ou na renda variável sem conhecer seu perfil de investidor. Isso ocorre porque muitos investidores acreditam que esta etapa seja irrelevante quando o assunto é investimentos – o que não é verdade.

Saber qual é o seu perfil de investidor – conservador, moderado ou arrojado – ajuda você a escolher os investimentos mais alinhados aos seus objetivos e à sua tolerância em relação ao risco, diminuindo as chances de perder dinheiro ou se frustrar com seus aportes.

Se você pretende realizar aportes no mercado mas ainda não conhece o seu perfil enquanto investidor, este pode ser o momento ideal para saber mais sobre o seu perfil e apetite ao risco nos investimentos.

  • Não diversificar os investimentos

Você já deve ter ouvido falar que não se deve colocar todos os ovos em uma única cesta, não é verdade? Quando o assunto é investimentos, esse ditado não poderia ser mais coerente.

Diversificar os investimentos é uma das melhores estratégias que você pode utilizar para proteger seu dinheiro e seus rendimentos. Isso porque, ao realizar aportes em diferentes produtos e mercados, você consegue equilibrar os riscos inerentes aos investimentos realizados e conseguir uma rentabilidade mais estável ao longo do tempo.

Na hora de montar seu portfólio, no entanto, é preciso levar em conta seu perfil de investidor e os seus objetivos financeiros relacionados a cada um dos produtos que compõem a sua carteira de investimentos.

  • Não considerar os riscos

Na lista dos erros mais comuns cometidos pelos investidores iniciantes não poderia faltar o menosprezo pelos riscos na hora de investir – que acaba levando muitos investidores à falência. E engana-se quem acredita que apenas a renda variável oferece riscos aos investidores.

Saiba que até mesmo os produtos mais seguros – como os títulos do Tesouro Direto – oferecem riscos ao investidor, que podem ser de maior ou menor escala, de acordo com o tipo de produto e suas características específicas. Os riscos existem e não devem jamais ser ignorados.

É muito possível que os riscos que envolvem um aporte no Tesouro Direto, por exemplo, sejam infinitamente menores que aqueles relativos aos investimentos no mercado de ações. Porém, aplicar o dinheiro sem considerar os riscos de crédito, de liquidez e de mercado é um erro bastante grave, que pode ser cometido até mesmo pelos investidores experientes e causar grandes estragos financeiros.

Portanto, é fundamental considerar a existência destes riscos e analisá-los sempre antes de compor sua carteira de investimentos. Por meio da diversificação dos investimentos e do constante acompanhamento da sua carteira, entretanto, é possível reduzir os riscos e manter seu portfólio muito mais sólido ao longo do tempo.

E você, já cometeu algum destes 4 erros comuns cometidos pelos investidores iniciantes ou conhece alguém que caiu nas armadilhas do mercado financeiro? Deixe seu comentário e compartilhe conosco suas experiências!

Artigos que podem ser úteis para você: Investimentos Seguros para Iniciantes | Como Montar uma Reserva de Emergência 

 

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

corretora para renda fixa

Existe diferença entre banco e corretora? A escolha da corretora que você

jovem investidor

É possível investir com pouco! Embora ainda não faça parte da cultura

Na hora de escolher os investimentos você já parou para se perguntar: Será que vale mais à pena um pré-fixado ou um pós-fixado?

Compare os investimentos e veja qual rende mais! Na hora de escolher

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by