CDB x LCI x LCA: como fazer a comparação correta?

[mais lida]

Comparar a rentabilidade dos investimentos de um CDB, LCI, LCA, CRA, entre outros é uma tarefa extremamente importante para quem está em processo de formação da sua carteira de investimentos. A rentabilidade é um dos fatores que devem ser levados em conta para definir os títulos mais adequados para o investidor, além do prazo, liquidez e risco do investimento.

O grande problema é que rentabilidade divulgada pelas instituições financeiras nem sempre é aquela que o investidor realmente vai receber, uma vez que o imposto de renda fica com uma parte dos juros da aplicação.

Escapar da mordida do leão é um dos motivos que fez com que muitos investidores buscassem investimentos isentos de imposto de renda e com boa rentabilidade. Mas ser isento não significa, necessariamente, que a rentabilidade seja superior a investimentos que sofrem a incidência do imposto de renda. Dessa forma, o investidor deve avaliar com cuidado a rentabilidade oferecida pelas instituições e fazer a comparação correta entre os títulos de interesse, fazendo alguns cálculos bem simples. Para entender os cálculos que serão ensinados, vamos abordar os seguintes tópicos:

  1. Qual a diferença das LCI e LCA para um CDB?
  2. Como o imposto de renda afeta meu investimento?
  3. CDB x LCI/LCA: aprenda a comparar corretamente

Tenha uma ótima leitura!

Qual a diferença das LCI e LCA para um CDB?

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) têm feito muito sucesso entre os investidores, já que são investimentos em que não há incidência de imposto de renda sobre a rentabilidade do período, assim como a caderneta de poupança, mas com o diferencial de oferecem rentabilidade superior na maioria dos casos.

Diferente do Certificado de Depósito de Bancário – mais conhecido como CDB – que não tem necessidade de possuir lastro (garantia) para ser emitido, a LCI necessita de uma garantia, que é dada pelos financiamentos concedidos ao setor imobiliário pelo banco que deseja fazer a emissão. Com a LCA acontece o mesmo, mas os financiamentos são destinados ao setor do agronegócio. Para o investidor nada muda, já que esses títulos também são emitidos pelos bancos e possuem a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) assim como o CDB, até o limite de R$ 250.000 por CPF e por emissor.

Como o imposto de renda afeta meu investimento?

Por falta de atenção, muita gente acha que as LCIs e as LCAs têm rentabilidade acima do CDB só por serem isentas de imposto de renda. Mas as coisas não funcionam dessa forma. Para fazer a comparação correta entre um CDB e essas duas modalidades de letras de crédito, é necessário levar em conta a alíquota do imposto de renda, que varia de acordo com o prazo do seu investimento.

Dessa forma, antes de começar a fazer o cálculo da comparação, o investidor precisa ter em mente qual é o prazo que pretende deixar o dinheiro aplicado. Esse é um fator que faz toda diferença no momento da escolha do título. Se o investidor pretende fazer o resgate antes do investimento completar 3 meses, a LCI e a LCA não são opções viáveis, já que, segundo a resolução nº 4.410 do Banco Central, esses dois investimentos necessitam ter prazo mínimo de vencimento de noventa (90) dias.

Para ficar mais fácil, vamos a um exemplo: você pretende investir 2 mil reais para resgatar somente daqui 365 dias. Seu banco te ofereceu como opções neste prazo um CDB que paga 110% do CDI e uma LCI que paga 85% do CDI. E agora, como saber qual desses dois investimentos tem rentabilidade maior? Para fazer a comparação, será necessário utilizar a tabela regressiva do IR para calcular o imposto devido sobre a rentabilidade:

  • Até 180 dias de investimento, 22,5%;
  • De 181 a 360 dias, 20%;
  • De 361 a 720 dias, 17,5%;
  • Acima de 720 dias, 15%.

A fórmula para fazer a comparação é a seguinte:

((% CDI do CDB) x (1 – (Alíquota do IR/100)))

Aplicando a fórmula:

((110) x (1 – (17,5/100))) = 90,75

Dessa forma, para o prazo de 365 dias, o CDB está mais vantajoso que a LCI. Aplicando a mesma fórmula em outros cenários, é possível ter uma visão geral de quando este CDB começa a ter rentabilidade maior que a LCI. No nosso exemplo, perceba que para resgate até 180 dias o CDB tem rentabilidade menor, mas passa a compensar se o resgate for feito após 360 dias, já que a rentabilidade líquida será de 86% do CDI, ante os 85% que a LCI oferece. E se o resgate for feito após 2 anos, a rentabilidade líquida sobe mais ainda e chega em 89% do CDI.

                                  CDB 105% CDI    LCI 85% CDI

Até 180 dias                  81,4%                    85%

De 181 a 360 dias         84%                       85%

De 361 a 720 dias         86,6%                    85%

Acima de 720 dias        89,3%                    85%

Observação importante: perceba que o prazo do investimento é dado em dias, assim como a tabela regressiva do imposto de renda. Se existe um investimento com vencimento em 361 dias e outro com vencimento em 360 dias, a alíquota desse último vai ser maior do que o primeiro, mesmo os dois sendo na prática de 1 ano.

Espero que esse artigo tenha ajudado a entender como fazer a comparação de um CDB com LCI e LCA. Ficou com alguma dúvida? Quer sugerir algum tema pra gente falar aqui no blog? Comente aqui embaixo que a gente responde o mais rápido possível! Abração =)

 

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

tributação

Tudo o que você precisa saber! Independente da sua área de atuação

calculadora

Quem quer ser um milionário? Ficar milionário é o sonho de muita

analise de candles

Descubras as figuras de um candle na análise técnica Ter acesso acesso

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by