DPGE: Saiba mais sobre esse tipo de investimento!

 

Os títulos de renda fixa privados disponíveis no mercado brasileiro são produtos de investimento bastante procurados por investidores de todos os tipos, como é o caso dos CDBs, Debêntures, LCIs, LCAs, entre outros. Um destes títulos, no entanto, ainda é pouco conhecido pelos investidores: o DPGE – Depósito a Prazo com Garantia Especial.

No artigo de hoje você vai conhecer um pouco mais sobre este título de renda fixa que oferece boa rentabilidade e amparo do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e descobrir suas principais características. Acompanhe!

 

O que é DPGE?

O Depósito a Prazo com Garantia Especial (DPGE) é uma modalidade de aplicação em renda fixa, lançada em 2009 no país. Trata-se de um título normalmente emitido por instituições financeiras de pequeno e médio porte com o objetivo de captar recursos.

Ao adquirir o título, o investidor se torna credor e obtém o direito de receber o valor investido acrescido de um determinado percentual de juros. Entre suas características mais marcantes está o fato de a aplicação ter amparo especial do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que oferece limite máximo de proteção de até R$ 20 milhões para esta aplicação.

Por conta desta característica diferenciada, o DPGE se tornou uma aplicação em renda fixa bastante interessante para investidores com perfil mais conservador, com altos valores para investimento e nenhuma necessidade em resgatar o investimento antes do vencimento – já que o capital aportado nesta modalidade não pode ser resgatado antes do vencimento, que varia de 6 meses a 36 meses.

DPGE e o Imposto de Renda

O DPGE segue as mesmas regras de outros títulos de renda fixa não isentos de tributos. A incidência de Imposto de Renda varia de acordo com o tempo de investimento, com alíquotas regressivas. Acompanhe:

22,5% para investimentos com prazo de até 180 dias;

20% para aqueles com vencimento de 181 a 360 dias;

17,5% em aplicações com prazo de 361 a 720 dias;

15% para investimentos com prazo superior a 720 dias.

Quais são os rendimentos do DPGE?

A remuneração do Depósito a Prazo com Garantia Especial pode ser prefixada – com uma taxa fixa de remuneração, permitindo ao investidor saber quanto receberá no vencimento do título – ou pós-fixada, na qual o investidor conhece a rentabilidade do aporte somente no resgate.

O DPGEs pós-fixados podem ser indexados pelo Certificado de Depósito Interbancário (CDI), pelo IPCA, IGP-M e Selic, acrescido ou não por uma taxa de juros.

Quais as vantagens?

A principal vantagem desse tipo de aplicação financeira é a segurança proporcionada pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que oferece um limite bem superior àquele oferecido pelo fundo para outros investimentos – R$ 1 milhão globais por CPF a cada 4 anos.

Por conta disso, o DPGE pode se tornar uma opção bastante interessante para investidores mais conservadores, com alto capital para aportes que desejam investir em produtos seguros e com boa rentabilidade – em geral, superior à rentabilidade de outras aplicações de renda fixa.

Quais os riscos?

Assim como qualquer investimento, o DPGE também possui riscos. O maior deles é o risco de falência do banco emissor do título. Neste caso, no entanto, caso o investimento esteja dentro do limite de cobertura do FGC de R$ 20 milhões, o investidor estará seguro.

O investidor deverá, ainda, ficar atento em relação à rentabilidade do DPGE, a fim de verificar se os ganhos superam outras aplicações de renda fixa que, por exemplo, têm isenção de Imposto de Renda. Isso porque, muitas vezes, há opções com rentabilidade semelhante e maior liquidez.

Vale a pena investir?

O investimento em DPGE, assim como toda e qualquer aplicação financeira, deve ser planejado de acordo com as suas necessidades e objetivos de curto, médio e longo prazo. Também é importante que o investidor saiba que os aportes em DPGE costumam ser altos, e que não há muitos destes títulos disponíveis no mercado.

Se você possui interesse em realizar aportes em Depósitos a Prazo com Garantia Especial, a dica é ficar atento às oportunidades que, de tempos em tempos, costumam surgir em instituições financeiras de pequeno e médio porte no país.

Gostou do artigo de hoje sobre o Depósito a Prazo com Garantia Especial – DPGE? Então deixe seu comentário neste post!

Sugestões de artigos: Debêntures: Saiba tudo | CRA: Tudo sobre esse tipo de investimento | CRI: Tudo que você precisa saber

 


Equipe App Renda Fixa
contato@rendafixa.rocks

 

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

Volatilidade nas alturas! Quem investe no mercado de ações, já se deparou

Antes de tudo, você sabe como funcionam os derivativos? Eles são contratos

ativos reais judiciais

Aprenda antes que seja tarde! A teoria moderna da construção de carteiras

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by