O que é LC – Letra de Câmbio?

Existem alguns investimentos em renda fixa que podem oferecer uma rentabilidade maior do que guardar o seu dinheiro em uma caderneta de poupança, e a Letra de Câmbio, conhecida também como LC é um destes investimentos em renda fixa.

Assim como a Letra de Crédito do Agronegócio, a LCA, a Letra de Crédito Imobiliária, a LCI e o Certificado de Depósito Bancário, o CDB, a Letra de Câmbio ou LC é um investimento em renda fixa mais rentável que a caderneta de poupança, valendo mais a pena investir que a mesma.

Mesmo que ainda não seja um investimento tão popular, quem já está investindo em LC, já saiu na frente e está tendo uma boa rentabilidade. Desta forma, para que você não fique de fora, separamos neste artigo tudo que você precisa saber sobre o investimento em Letra de Câmbio.

Nos próximos tópicos você vai descobrir o que é a Letra de Câmbio e tudo que é necessário fazer para aplicar o seu dinheiro neste investimento. Confira.

O que é LC - Letra de Câmbio?

1 – O que é Letra de Câmbio?

A Letra de Câmbio é um título de renda fixa, que guarda algumas semelhanças como o Certificado de Depósito Bancário, o CDB. O diferencial entre eles é que enquanto a LC é emitida por financeiras, o CDB é emitido por instituições bancárias.

Como em todos os tipos de investimentos em renda fixa, a premissa é a mesma: você empresta um valor em dinheiro para o banco ou para a financeira, e em contrapartida recebe de volta o valor emprestado acrescido das eventuais correções em juros, numa data pré-definida no momento da aplicação.

O rendimento da LC pode estar atrelado ao Certificado de Depósito Interbancário, o CDI, ser combinado a uma taxa fixa com o acréscimo do Índice de Preços ao Consumidor, o IPCA ou ter uma taxa prefixada na qual o investidor já conhece logo na contratação o valor que irá resgatar.

Além disso, é interessante conhecer tipos diferentes de investimentos em renda fixa, uma vez que diversificando a sua carteira de aplicações é possível aumentar seus lucros e investir com mais segurança.

Uma das grandes vantagens do investimento na Letra de Câmbio é que esta é uma opção de aplicação segura, uma vez que, caso a financeira que você escolheu venha a falir e fechar as portas, você recebe seu dinheiro de volta, além do rendimento, dentro de um limite de até 250 mil reais.

Isso porque a LC conta com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos, o FGC, que funciona como uma espécie de seguro contra eventuais problemas em relação a financeira que fez a emissão do título.

2 – Perfil de investidor em Letras de Câmbio

Se você achou a Letra de Câmbio um investimento interessante, antes de começar a sua aplicação nesse título é importante saber se você possui o perfil de investidor para a LC.

A boa notícia é que em virtude de seu baixo risco, esse é um tipo de aplicação que pode ser indicada para qualquer perfil de investidor.

De forma geral, o perfil ideal do investidor em Letra de Câmbio, pode ser definido como aquele que procura diversificação da sua carteira de aplicações, mantendo a mesma conservadora e com alta rentabilidade.

A LC representa uma alternativa direta aos outros investimentos em renda fixa, tais como o Tesouro Direto, a LCI, a LCA e o CBD.

O importante neste tipo de aplicação é o prazo, além do valor da taxa oferecida. Desta forma, quem vai investir deve avaliar a rentabilidade das opções citadas e assim escolher a mais adequada de acordo com seu objetivo em relação ao investimento, bem como o prazo e o montante que deseja aplicar.

É importante salientar, entretanto, que a Letra de Câmbio, assim como os outros investimentos em renda fixa já citados, não fica restrito apenas ao perfil conservador de investidor.

Mesmo aqueles investidores que possuem um perfil mais arrojado, podem e devem proteger uma parte do seu dinheiro aplicando parte de sua renda em investimentos mais conservadores como esses.

3- Riscos do investimento em Letras de Câmbio

O que é uma LC - Letra de cambio

Além do perfil ideal de investidor, antes de começar as suas aplicações em Letra de Câmbio é importante que você esteja por dentro dos riscos envolvidos nesse tipo de aplicação.

Como já dissemos anteriormente, a LC, assim como outras opções de investimentos em renda fixa, possui um risco baixo para o investidor.

Isso porque, em caso de falência da financeira que emitiu a Letra de Câmbio escolhida, ou caso essa financeira eventualmente feche, você vai receber o dinheiro que aplicou com o acréscimo da remuneração do FGC.

Entretanto, como citamos no início deste artigo, existe um limite para a devolução deste investimento que é de 250 mil reais a cada CPF e instituição financeira.

Além de contar com esse seguro, que não representa nenhum custo adicional para o investidor é importante também que você se informe e procure uma instituição financeira sólida, para garantir ainda mais segurança para a sua aplicação.

Se você não é muito experiente, e não conhece muito bem o mundo dos investimentos, antes de escolher uma Letra de Câmbio para investir, pode contar com o auxílio de uma corretora de valores.

Essas corretoras oferecem um serviço interessante, onde seus analistas experientes, fazem avaliações das instituições financeiras emissoras de letras de crédito e então negociam as taxas de investimento a serem oferecidas através da plataforma de investimentos.

4- Prazos dos investimentos em Letras de Câmbio

O prazo de uma aplicação em Letra de Câmbio é definido pela instituição financeira que emite essa letra. A rentabilidade de uma LC é geralmente maior quanto maior for o prazo estabelecido no momento de sua contratação.

Esse critério costuma ser comum para os investimentos em renda fixa, sendo a premissa de que quanto maior o tempo em que o investidor empresta o dinheiro, maior o rendimento pago pelo banco ou outra instituição financeira, pago por esse empréstimo.

Geralmente uma Letra de Câmbio com um prazo mais curto, tem o prazo de cerca de 360 dias, sendo de praticamente um ano, enquanto as LCs com um prazo mais longo, podem chegar a 2160 dias, aproximadamente, somando um período de cerca de 6 anos para a devolução do empréstimo realizado de forma corrigida.

De forma geral, as aplicações em títulos a longo prazo costumam contar com uma rentabilidade maior do que as aplicações em títulos a curto prazo.

Entretanto, é possível encontrar LCs a curto prazo com uma rentabilidade que pode ser considerada bastante vantajosa também. Cabe ao investidor avaliar a melhor opção, de acordo com seus objetivos em relação ao investimento.

Antes de começar a aplicar na Letra de Câmbio é muito importante que o investidor avalie as opções e escolha aquela que melhor atenda aos seus objetivos e ao prazo em que deseja obter o retorno da aplicação.

Isso porque, assim como em outros investimentos em renda fixa, como a LCA e a LCI, o ideal é que a aplicação seja mantida até a data final de seu vencimento, para que o investidor não perca parte de sua rentabilidade retirando o dinheiro antes do final deste prazo.

Caso seja realmente necessário fazer o resgate desse dinheiro em uma data anterior ao vencimento, o investidor deverá comunicar a corretora com antecedência, para que a mesma procure outra pessoa para recomprar esses títulos.

5- Tipos de investimento em Letras de Câmbio

O que é uma LC - Letra de Cambio?

Caso você decida investir em uma Letra de Câmbio é fundamental estar informado também sobre as modalidades de aplicação possíveis em relação a esse tipo de investimento.

As modalidades de um investimento em Letra de Câmbio são classificadas em relação a forma de remuneração destes títulos, e são divididas em 3 tipos diferentes:

  • Letra de Câmbio com remuneração pré-fixada;
  • Letras de Câmbio com remuneração pós-fixada;
  • Letras de Câmbio híbridas;

No caso das LC’s de remuneração pré-fixada, a rentabilidade da aplicação será conhecida no momento da sua contratação e não será alterada durante o período de seu prazo.

Para saber se essa é a opção que mais vale a pena para você, em relação aos seus objetivos, o ideal é que você verifique se o percentual das taxas da Selic pós-fixadas é mais vantajoso do que a das LC’s pós-fixadas nas quais você pode querer investir.

A perspectiva da taxa Selic para as próximas reuniões do COPOM (Comitê de Política Monetária) é que se mantenha estável esse ano e volte a subir no próximo, desta forma, neste momento, uma estratégia interessante, para garantir a rentabilidade é investir em uma LC de remuneração pós-fixada, pois acompanhará a taxa nos próximos períodos.

Entretanto, caso você possua um montante em dinheiro do qual pode dispor e prefere não o deixar rendendo menos na Caderneta de Poupança, investir em uma aplicação com rendimento atrelado a taxa Selic pode ser uma opção de investimento viável para você.

Afinal de contas, investindo em uma aplicação do Tesouro Selic, o rendimento da mesma no período de 12 meses será de 13% e este valor poderá ser resgatado no momento em que você quiser.

Tal recomendação é feita por diversos especialistas no mundo dos investimentos para pessoas que desejam investir com a possibilidade de resgatar o montante aplicado a qualquer momento.

Assim como no caso dos CDBs, as Letras de Câmbio de remuneração pós-fixada estão atreladas a determinado índice, que de forma geral, costuma ser o CDI, acompanhando a flutuação dos percentuais do mesmo.

Desta forma, a rentabilidade de fato da aplicação, só será conhecida no momento do resgate do título. Entretanto, é possível observar no mercado, projeções em relação a esses índices e assim ter uma ideia do desempenho do investimento no momento da aplicação.

Existem na internet opções de aplicativos e sites onde você poderá simular o rendimento de determinada LC com remuneração pós-fixada, para assim ter uma estimativa do rendimento a ser obtido em seu vencimento e então decidir se a aplicação valerá a pena de acordo com o seu objetivo.

A modalidade de LC com remuneração híbrida, como o próprio nome já diz, se refere a uma aplicação que conta com um pouco de cada uma das duas anteriores.

Isso significa, de forma prática que esse tipo de LC oferece uma remuneração que é pré-fixada em conjunto com a flutuação da variação do IPCA.

Dessa maneira, o seu investimento fica protegido de uma queda das taxas de inflação, e, além disso, conta com uma remuneração fixa dada no momento de sua contratação.

6- Vantagens de investir em Letras de Câmbio

Conhecer quais as vantagens de investir em uma Letra de Câmbio é importante antes de começar as suas aplicações neste tipo de investimento em renda fixa, por isso, trazemos agora essas informações para você nas listas a seguir. Confira.

As vantagens de investir em uma Letra de Câmbio são as seguintes:

  • A rentabilidade desse tipo de aplicação é bastante atrativa;
  • Esse é um tipo de investimento bastante seguro;
  • A LC tem uma rentabilidade superior e mais vantajosa do que a Caderneta de Poupança;
  • Escolhendo uma LC pré-fixada, você sabe de antemão o montante que a aplicação vai render, no momento da sua contratação;
  • Escolhendo uma LC do tipo pós-fixada, sua rentabilidade estará atrelada ao percentual do CDI no momento do resgate;
  • A LC configura em uma chance de diversificar a sua carteira de investimentos;
  • O fundo garantidor de até 250 mil reais é uma forma de não ser prejudicado pelo eventual fechamento ou falência da instituição financeira que emitiu a LC na qual você aplicou seu dinheiro;

7- Tributação das Letras de Câmbio

Em relação a tributação, uma Letra de Câmbio está sujeita a uma tributação regressiva, tal como é o caso de um CDB ou do investimento no Tesouro Direto.

Isso, em termos práticos, significa que a tributação da aplicação em uma Letra de Câmbio se inicia em 22,5% do valor do investimento, e termina em 15% sobre o investimento. Dessa forma, quanto maior o tempo da aplicação, menor será o montante do imposto que será cobrado.

A tributação em relação a um investimento em uma Letra de Câmbio será realizada da seguinte forma, levando em consideração o tempo para o vencimento do título contratado:

  • Tributação de 22,5% em cima do rendimento da aplicação, no caso de investimentos de até 6 meses para o resgate;
  • Tributação de 20% em cima do rendimento da aplicação, no caso de investimentos entre 6 e 12 meses para o resgate;
  • Tributação de 17,5% em cima do rendimento da aplicação, no caso de investimentos entre 12 e 24 meses para o resgate;
  • Tributação de 15% em cima do rendimento da aplicação, no caso de investimentos com tempo superior a 24 meses para o resgate;

A vantagem da aplicação em uma Letra de Câmbio é que o Imposto de Renda, neste tipo de investimento é retido na fonte, o que significa que você não vai ter nenhum trabalho em relação a declarar seus investimentos em LC’s no IR.

De toda a forma, entretanto é possível que você insira, na sua Declaração de Imposto de Renda, no campo com essa finalidade, o valor do saldo inicial da aplicação, bem como seu valor no último dia do ano e também os dados da financeira onde você realizou a contratação da Letra de Câmbio.

Desta forma, você evita qualquer tipo de problema com a Receita Federal em relação aos seus investimentos.

8- Letras de Câmbio X Outros tipos de investimento

Para definir se investir em uma Letra de Câmbio é de fato o tipo ideal de aplicação para você, em relação aos seus objetivos, vamos fazer uma comparação entre esse tipo de investimento e manter seu dinheiro em uma Caderneta de poupança ou de outro investimento em renda fixa, como a LCI ou a LCA.

Confira essa comparação a seguir:

  • Letra de Câmbio X Caderneta de Poupança

Como já dissemos anteriormente, uma das maiores vantagens de investir em uma Letra de Câmbio é que, além de ser um investimento seguro, essa é uma opção para aplicar o seu dinheiro, que garante rendimentos maiores do que manter o mesmo em uma Caderneta de Poupança.

A maior parte das Letras de Câmbio possui superiores ao índice do Certificado de Depósito Interbancário, o CDI, ou, no mínimo, 100% desse índice. Em percentuais, isso significa que uma Letra de Câmbio rende cerca da 13% em 12 meses.

Enquanto isso, manter seu dinheiro aplicado em uma Caderneta de Poupança, confere um rendimento anual de apenas 8%.

Levando isso em consideração, ainda que sobre o investimento em uma Letra de Câmbio haja a cobrança de um percentual para o Imposto de Renda, enquanto a Caderneta de Poupança é isenta do IR, a primeira opção continua sendo mais vantajosa que a segunda, oferecendo um rendimento maior para você.

  • Letra de Câmbio X LCI e LCA

Ainda que seus nomes sejam similares, as Letras de Câmbio constituem em uma opção de investimento bastante diferente das Letras de Crédito, tanto as Imobiliárias, quanto as do Agronegócio, estando mais aproximadas, como já dissemos, dos Certificado de Depósito Bancário, o CDB, que desses outros títulos.

A primeira diferença que pode ser apontada entre as Letras de Câmbio e as Letras de Crédito (tanto imobiliária quanto do Agronegócio) é em virtude do motivo de cada uma dessas aplicações existir.

As LCI’s têm a função de captar valores que serão investidos pelos bancos ou instituições financeiras, para o repasse a linhas de crédito imobiliárias, enquanto as LCA’s têm a função de captar valores para serem investidos em linhas de créditos relacionadas ao agronegócio.

Já uma Letra de Câmbio, por sua vez, tem o propósito de que as instituições financeiras possam captar recursos em dinheiro, que serão repassados para a abertura de linhas de crédito para empréstimos pessoais.

Em virtude do fato de que linhas de crédito imobiliárias e do agronegocio serem linhas de crédito nas quais o governo do país está interessado, LCI’s e LCA’s são aplicações que contam com isenção do Imposto de Renda.

O mesmo já não acontece no caso das Letras de Câmbio, sobre a qual o IR incide da forma como já esclarecemos anteriormente.

Em todo o resto, entretanto, essas aplicações são semelhantes, uma vez que as 3 opções de investimento contam com:

  • Opção de pagamento dos rendimentos de forma pré-fixada;
  • Opção de pagamento dos rendimentos de forma pós-fixada;
  • Opção de pagamento dos rendimentos de forma híbrida;
  • São investimentos garantidos pelo FGC;

Agora você já conhece tudo que precisa saber para investir seu dinheiro na Letra de Câmbio, um investimento em renda fixa do mesmo grupo que a LCA, a LCI e o CDB, que pode te garantir um retorno financeiro maior que aplicar em uma Caderneta de Poupança.

Se você gostou deste artigo, saiba que no conteúdo do nosso blog você pode encontrar mais informações a respeito da Letra de Câmbio, bem como a respeito de outros tipos de investimento.

Para receber mais dicas como essa, continue acompanhando as nossas publicações e confira as nossas postagens anteriores.

Artigos que podem ser úteis para você: Qual Melhor Investimentos de Renda Fixa | Rentabilidade X Liquidez: Qual o Melhor? 

 

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

segurança

É possível ter rentabilidade e segurança no seu investimento! Ao contrário do

7 ações que não cobram

Você já imaginou como seria se pudesse operar com ações , fazer

Você está realmente seguro? A renda fixa e o FGC têm um

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by