CRE: O novo investimento que vai dar o que falar!

O que é CRE? 

Não, não é CRI nem CRA, apesar de ser parecido com os títulos de crédito dos mercado imobiliário e do agronegócio. O CRE é, na verdade, um novo tipo de investimento. Em maio, o Senado brasileiro aprovou o projeto de lei que o Certificado de Recebíveis da Educação.

Ainda falta a Câmara dos Deputados discutir o assunto. Mas, o mercado já está de olho no produto.

Esse produto desponta em meio à pandemia. Isso porque é uma forma de socorrer as instituições de ensino, do infantil ao superior, que sofrem com a alta inadimplência. Por exemplo, em abril, ela ficou em 26,3%, segundo o Sindicato das Instituições de Ensino Superior Privado.

Assim, ao invés do lastro ser em ativos como imóveis, como acontece no CRI, o CRE está ligado às matrículas e às mensalidades. Assim, uma empresa de securitização emite o título, levando em consideração o que as instituições de ensino têm para receber.

Como vai funcionar?

Atualmente, a expectativa é de que CREs sejam emitidos já no segundo semestre. Como ainda é um produto a ser lançado, não se sabe os valores mínimos de aplicação nem o rendimento.

Entretanto, considerando a proximidade com CRIs e CRAs, pode ser que esse título tenha rentabilidade de até 120% do CDI.

Em segundo lugar, os riscos, ficam por conta da instituição de ensino que os emite. Por isso, é recomendado avaliar as finanças da empresa. Bem como seu risco de crédito, para entender a capacidade de pagamento do título.

Nos CRIs e CRAs, safras e imóveis são oferecidos, porém o texto aprovado no Senado para os CREs ainda não definiu as garantias para o investidor.

Assim como seus “primos” dos recebíveis, o Certificado de Recebíveis da Educação não será protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito.

Os certificados de recebíveis costumam ter vencimento longo, ideais para objetivos com maior prazo. No caso dos CREs, o prazo é o ano letivo, 12 meses, mas haverá possibilidade de renovação. A tributação também deve seguir as dos fundos recebíveis. Ou seja, CREs serão isentos no Imposto de Renda.

Este artigo foi produzido pelo Spacemoney com exclusividade para o App Renda Fixa

Carolina Unzelte

Compartilhe este conteúdo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter

Sobre Nós

A maior plataforma de investimentos do país. Encontre os melhores investimentos de acordo com seus objetivos gratuitamente.

Post Relacionados

Qual a importância da renda variável na carteira de investimentos? Engana-se quem

renda-fixa-no-exterior

Veja como lucrar no exterior!  Uma carteira diversificada não passa apenas por

taxa de custódia zerada

Vale a pena aplicar? Com o objetivo de aumentar a competitividade, o

Seguir

Mais Assisitidos

Fechar Menu
Abrir Chat
Olá, tudo bem? Me chamo Rafael e sou economista, como posso te ajudar?
Powered by